Juventude Socialista de Mafra

À Esquerda da Indiferença

25 anos de poder autárquico – Comunicado Janeiro 5, 2011

Filed under: Uncategorized — jsmafra @ 11:34 AM

A Comissão Politica do PPD/PSD entendeu comemorar a passagem dos 25 anos de presidência da Câmara de Mafra pelo Engº José Ministro dos Santos com um comunicada a roçar a “engraxadela” barata. No nosso entender José Ministro dos Santos não o merecia. Se é verdade que cada um tem o direito a idolatrar como entende e que cada um tem a capacidade de sonhar com as exéquias que ambiciona, também é verdade que este novo PSD de Mafra anda numa vassalagem ao “Grande Líder“, como há muito não se via. Parece um trecho tirado do “Couraçado Potemkin”! Como diz o Povo “há qualquer coisa aqui que cheira mal!”

 

São 25 anos de poder que marcaram e irão marcar durante muitos anos o Concelho. Por bons e maus motivos. Mafra nalguns sectores, de facto, acompanhou o crescimento de Portugal. O que verdadeiramente a JS Mafra teme é que no decorrer dos próximos anos Portugal cresça e Mafra fique estagnada dado o endividamento a médio e longo prazo roça uns obscenos 91% a mais do que o tecto máximo previsto na lei. Os projectos para os anos vindouros estão congelados e sem financiamento disponível. As irregularidades legais detectadas pelos sucessivos relatórios do Tribunal de Contas acrescidas das respectivas  multas pecuniárias, aí estão para provarmos o que afirmamos.

 

Ao fim de 25 anos este Presidente deixará obra aos Mafrenses? Obviamente que sim, mas será que estes mesmos munícipes sabem que o investimento no parque escolar, através da “Empresa Municipal Mafraeduca”, custa em rendas, diariamente, cerca de 55 mil euros (11 mil contos), por hora, custa 3.000 mil euros (600 contos), e por minuto 50 euros (10 contos)?

 

Quantos anos e quantos milhões vai custar o projecto do parque escolar? Hipotecar os anos vindouros não é algo para o qual, o Presidente, esteja mandatado.

 

Temos de pensar de facto a longo prazo e, a verdade é que todas estas Escolas, quando forem pagas, estarão prontas para serem. Este modelo deveria ser repensado, porque este sim, acarreta elevadíssimos custos para a Autarquia. Defendemos o investimento directo, mas não à custa do erário público e na defesa exclusiva dos privados! A título de exemplo, o Governo do Partido Socialista investiu de forma directa e eficaz na Escola Secundária José Saramago em Mafra, a quantia de 10 milhões euros. Investimento esse que foi apelidado de “cosmética” pelo Sr. Presidente da Câmara. Este sim é o maior investimento Educativo em Mafra e que dignifica o Parque Escolar.

 

25 anos em que este Presidente tem sido o rosto da aplicação anual das taxas máximas em tudo o que existe? Justiça seja reconhecida ao edil que agora faz 25 anos no poder pois não só afirmou que “As pessoas vêm para Mafra por causa da qualidade de vida, portanto têm de a pagar” como, a seguir, lhes tem vindo a apresentar a factura, todos os anos! Para nós, a população vem em primeiro lugar e deve ser o centro das nossas decisões.

 

Será que ao fim de 25 anos de taxas máximas em Mafra ainda não chegaram para fazer a cobertura do saneamento básico a 100% em Mafra? Existindo apenas 60% de cobertura, porquê a CMM admite que a Taxa de saneamento, incluída na Factura da Agua da Veólia seja cobrada a 100%?

 

As sugestões feitas por nós para fixar jovens no Município são desprezadas pois neste momento trazer juventude é trazer novas exigências para o Concelho. E isso ao longo de 25 anos nunca foi aceite em Mafra e, ainda hoje, é contrariado.

 

A juventude em Mafra está refém destas opções. Toda a população de Mafra, também pois, a gestão da CMM apenas visa proteger e pagar os contratos e concessões milionárias.

 

É isto que preocupa a JS Mafra. 25 Anos de obra, mas obra a que custo? Quem vai pagar e durante quantos anos? Veja-se o caso pragmático das portagens da A21! Exemplar! Sempre os mesmos a pagar!

 

Resta-nos assim desejar um feliz aniversário a um Autarca que independentemente de erros de gestão e de opções estruturais infelizes tem abraçado a causa pública e esperar que a Autarquia comece a pensar nas Pessoas e deixe de pensar tanto em números.

 

 

Anúncios
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s